O Poder da Simplicidade

Para começar a produzir um código melhor ao invés de começar a usar arquiteturas mirabolantes, frameworks maravilhosos. Comece com princípios simples:

  • Utilize nomes autoexplicativos para suas variáveis, métodos e classes.
  • Mantenha cada método com menos de 10 linhas, com somente uma única responsabilidade
  • Passe as dependências como parâmetros na construção do objeto ou chamada do método.
  • Não escreva o mesmo trecho de código duas vezes

Com esses 4 princípios básicos você automaticamente aos poucos precisara utilizar técnicas, arquiteturas e frameworks para resolver as suas necessidades/problemas.

  • Nunca crie nomes abreviados ou com nomes genéricos
    • Qualquer pessoa deve saber a finalidade da variável ou método apenas pelo nome.
    • A melhor documentação é um código bem feito
    • Toda regra tem sua exceção como: RG, CPF, CEP,etc.
Anúncios

O que não é medido não pode ser melhorado

Como podemos melhorar algo senão sabemos o que esta errado, podemos ter vários pontos de melhorias:

  • Aumentar velocidade da equipe
  • Diminuir quantidade de bugs por entrega
  • Melhorar qualidade do software
  • Melhorar a qualidade do código
  • Diminuir o tempo de resolução de bugs
  • Melhorar as estimativas

Então precisamos primeiro saber quais são nossos problemas, para depois atacar as causas, pois não podemos tentar resolver a melhoria das nossas estimativas usando uma técnica/ferramenta que foi criada para melhorar a qualidade do código. Seria como um maratonista passar a realizar exercícios criados para um corredor de 100 metros com o intuito de melhorar sua resistência.

Voltando aos problemas citados acima, alguns podem ser resolvidas com engenharia de software outros com metodologias/frameworks de desenvolvimento e por fim outros necessitam de ferramentas.

Para aumentar a qualidade do software e velocidade da equipe podemos usar Scrum com XP e/ou TDD por exemplo.

Para melhorar as estimativas Scrum pode ajudar e também podemos usar pontos de função, em ambos os casos quanto maior o histórico da equipe melhor sera a estimativa.

A melhoria de código e do software requer aplicação de boas praticas de desenvolvimentos, princípios SOLID e design pattner. Podemos incluir também TDD e XP.

O ciclo de vida do software também deve ser gerenciado com ferramentos como TFS, podendo assim garantir que somente software testado possa ser enviado para o controle de versão.